Lista de peças para montar um avião autônomo

Pouca gente sabe, mas é possível tornar praticamente qualquer avião ou asa voadora em uma aeronave de asa fixa autônoma. E é mais simples e fácil do que se imagina.

Qualquer aeronave de asa fixa, seja um avião, planador, Funjet, asa zagi, pode receber uma controladora de vôo, e então passar a contar com vários recursos interesantes, como voo estabilizado e auto-nivelado, decolagem automática e envio de telemetria para o rádio sem depender de sensores especializados. Adicionando um GPS, ainda mais recursos são adicionados, como a capacidade de retornar para o local de decolagem (RTH – Return to Home), capacidade de orbitar em torno de um único ponto (Position Hold), e executar missões pré-programadas.

Abaixo segue a lista de peças (e os respectivos links para comprar):

Vou falar um pouco sobre elas a seguir:

A controladora de vôo que eu indico é a SP Racing F3, uma controladora que foi inicialmente projetada para drones de corrida, mas que acabou por demonstrar ser ótima em aviões também. Ela roda o InavFlight (software de controle de voo) sem nenhum problema. Possui 8 saídas para motores/servos e 3 portas seriais (UARTs), o que permite ligar o receptor de rádio SBUS e o GPS sem problemas. Ainda sobra uma UART para ligar o OSD caso seu plano seja colocar FPV no avião no futuro. Ela ainda tem duas softserial caso você precise ligar ainda mais componentes.

O GPS que eu indico é um modelo bem simples, muito pequeno e leve. Qualquer GPS compatível com o protocolo UBLOX, seja o M8N ou M7N vai funcionar, porém o M8N consegue ter mais satélites ativos ao mesmo tempo e consegue inicializar mais rápido.

O UBEC é necessário por 2 motivos: Primeiro porque a controladora não possui regulador de tensão interno, então ela precisa ser alimentada externamente. E segundo pois o BEC do ESC não pode ser usado para alimentar a controladora. É uma boa prática ter 2 UBECs separados para Eletrônicos e Servos.

O Buzzer, embora não seja indispensável, ajuda muito para que você consiga receber retorno audível sobre a situação da controladora. É muito barato para não ter.

Essa lista não inclui os eletrônicos convencionais do avião (ESC, Servos, receptor de rádio). Para ter uma melhor experiência, você deve ter um receptor de rádio compatível com SBUS, pois você conseguirá passar até 16 canais por um único fio, facilitando a instalação. Ser não tiver um receptor SBUS, procure pelo menos um PPM, que também funciona bem com até 8 canais em um único fio.

Esta controladora até consegue entender sinais PWM (um canal por fio), porém eu não recomendo isso, pois a conexão fica menos confiável e você perde a possibilidade de usar Softserial.

Este artigo é o primeiro de uma série sobre InavFlight em aeronaves de asa fixa. Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário!

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *